Social Selling: o que é, por que você deve se importar e como fazer isso da maneira certa

Compartilhar:

Compartilhar no twitter
Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram

Social Selling – talvez você já tenha ouvido falar, mas não tem certeza do que significa. 

Acha que é o mesmo que marketing de mídia social? (Spoiler: não é.) 

Ou talvez você pense que é basicamente apenas publicidade em mídia social? (Segundo spoiler: também não. Isso é outra coisa.) 

Resumindo, o Social Selling permite que sua empresa se concentre nos clientes em potencial nas redes sociais e crie um relacionamento com uma rede de leads em potencial. Feito da maneira certa, a venda social pode substituir a prática temida de ligações não solicitadas. 

Se você ainda não incorporou o Social Selling em seu funil, provavelmente está perdendo negócios para concorrentes mais experientes em mídia social. Mas quando terminar de ler este guia, você terá todas as informações de que precisa para mudar isso. 

O que é Social Selling? 

Social Selling é a prática de usar os canais de mídia social de uma marca para se conectar com clientes em potencial, desenvolver uma conexão com eles e se envolver com leads em potencial. A tática pode ajudar as empresas a atingir suas metas de vendas. 

Pense no Social Selling como uma construção de relacionamento moderna. Conectar-se ativamente a clientes em potencial nas redes sociais pode ajudá-lo a ser a primeira marca que um cliente em potencial considera quando está pronto para fazer uma compra. E pode substituir técnicas desatualizadas de construção de relacionamento e vendas, como ligações não solicitadas! 

O que o Social Selling não é 

O Social Selling certamente não significa bombardear estranhos com tweets e mensagens diretas não solicitadas. Isso é spam. Não faça isso. 

Ele não se trata apenas de adicionar novos contatos à sua lista. Trata-se de tornar essas interações significativas e apresentar sua marca como uma solução para um problema. Quando você faz isso, é mais provável que você construa confiança e lealdade. 

Você já está engajado em vendas sociais? 

Provavelmente! Se a sua marca tem uma página de negócios no Facebook, uma página no LinkedIn ou um perfil no Twitter e Instagram, você já está envolvido com as noções básicas de Social Selling. 

Qual é o índice do Social Selling? 

O índice do Social Selling (SSI) é uma métrica usada para medir o impacto dos esforços de vendas sociais de uma marca. 

O LinkedIn introduziu o conceito de SSI pela primeira vez em 2014. O LinkedIn SSI combina quatro componentes para estabelecer uma pontuação. Ele verifica se você: 

– Estabelecer uma marca profissional com um perfil do LinkedIn bem gerenciado. 

– Encontrar as pessoas certas na plataforma. 

– Compartilhamento de conteúdo relevante e inspirador de conversa. 

– Construindo e fortalecendo relacionamentos. 

Para encontrar sua pontuação de SSI no LinkedIn, faça login em sua conta e navegue até o painel do Índice de Vendas Sociais. Trate sua pontuação como um ponto de partida para começar a melhorar seu desempenho em Social Selling. 

4 razões pelas quais sua empresa deve se preocupar com o Social Selling 

1. O Social Selling funciona 

Não acredite apenas na minha palavra. De acordo com os dados internos do LinkedIn Sales Solutions: 

– As empresas que são líderes no espaço de vendas sociais criam 45% mais oportunidades de vendas do que marcas com um baixo índice de vendas sociais. 

– As empresas que priorizam a venda social têm 51% mais chances de atingir suas cotas de vendas. 

– 78% das empresas que usam a venda social superam as empresas que não usam a mídia social. 

2. O Social Selling ajuda sua equipe de vendas a construir relacionamentos reais 

Um artigo recente da Forbes afirma: “87% dos profissionais de eventos de negócios cancelaram eventos por causa da pandemia e 66% adiaram eventos.” 

O networking e a construção de relacionamentos mudaram online devido à pandemia COVID-19 – e agora é o momento perfeito para priorizar as vendas sociais. 

A venda social cria oportunidades para se conectar com novos clientes em potencial nas redes sociais, onde eles já estão ativos e conversando. O uso de ferramentas de escuta social permite que seus representantes de vendas deem um passo além e identifiquem leads que já estão falando sobre seu negócio, seus concorrentes ou seu setor. 

Isso significa que você pode alcançar um público que já tem interesse no que você está oferecendo e conectar-se autenticamente a ele, oferecendo informações úteis quando chegar a hora certa. Autenticidade gera confiança – e isso, por sua vez, pode se tornar a lealdade do cliente. 

3. Seus clientes (e clientes em potencial) já estão engajados na compra social 

O consumo online, que já vinha crescendo significativamente antes da pandemia, hoje se tornou um hábito para 86% dos brasileiros. É o que revela a pesquisa Social Commerce, realizada pela All iN | Social Miner – que une dados de consumo, tecnologia e humanização para ajudar empresas a otimizarem seus resultados -, em parceria com a Opinion Box. 

E como boa parte das pessoas está nas redes sociais – são 4,2 bilhões de usuários no mundo segundo a We Are Social -, o avanço do Social Selling, que engloba o relacionamento mais próximo com os compradores e a prática de compra e venda via redes sociais, ocorre a passos largos. 

4. Seus principais concorrentes já vendem em redes sociais 

Usar o Social Selling significa permanecer competitivo. Outras marcas são ativas nas redes sociais, interagindo com clientes em potencial em plataformas sociais populares. De acordo com dados do Statista: “Em 2020, cerca de 25% das empresas de comércio eletrônico em todo o mundo planejavam vender seus produtos nas redes sociais”. 

Agora, considere os números: 

– 200 milhões de usuários do Instagram visitam um perfil pelo menos uma vez por dia e 81% dos usuários do Instagram estão pesquisando produtos e serviços na plataforma. 

– O Instagram é o preferido por quem usa as redes para buscar produtos (62%), seguido pelo Facebook (61%), Google Shopping (61%) e Whatsapp (37%) 

– 70% dos usuários do YouTube compraram um produto de marca depois de vê-lo no YouTube. 

– 96% dos profissionais de marketing de conteúdo B2B usam o LinkedIn para marketing orgânico. 

Esses são somente os dados básicos da pesquisa. Há muito mais de onde isso veio! 

Quais são as melhores redes de vendas sociais? 

Resumindo, depende. 

Sua escolha deve depender de seu público-alvo e de sua abordagem de vendas sociais. 

Twitter e Instagram são ótimas plataformas para interagir com os clientes. Eles oferecem ferramentas para responder às dúvidas dos clientes e são espaços virtuais casuais onde a comunicação ocorre naturalmente. Simplesmente falando, eles são ótimos para construir relacionamentos. 

O LinkedIn, por outro lado, é uma plataforma de negócios mais formal, ideal para empresas B2B que buscam identificar e alcançar tomadores de decisão de negócios. Aqui, as empresas podem se conectar com clientes em potencial diretamente para tentar construir um relacionamento profissional. 

Na verdade, de acordo com o LinkedIn: 

– 89% dos profissionais de marketing B2B recorrem ao LinkedIn para gerar leads. 

– 62% dos profissionais de marketing B2B dizem que o LinkedIn gera leads com o dobro da taxa do próximo canal social de melhor desempenho. 

Em outras palavras, use qualquer plataforma social que seu público preferir – e qualquer plataforma que sua marca seja capaz de usar de forma consistente! 

Veja como começar em três plataformas populares: 

3 etapas para Social Selling no LinkedIn 

1. Construa sua credibilidade 

Se você tem um bom relacionamento com seus contatos, peça recomendações. Eles são postados em seu perfil e podem ajudar a dar credibilidade instantânea com novos contatos. 

Como marca, certifique-se de que seu perfil destaque a experiência relevante para um cliente ou cliente potencial, destacando como você ajudou clientes anteriores a atingirem seus objetivos. 

Você também deve compartilhar informações e conteúdo apenas de fontes confiáveis e manter um tom profissional em todas as suas atividades no LinkedIn. 

2. Amplie sua rede LinkedIn 

Use o recurso de pesquisa do LinkedIn para estender sua rede, buscando conexões mútuas com seus contatos existentes. 

Você também pode ingressar em grupos do LinkedIn relevantes para o seu setor para se relacionar com colegas e clientes em potencial. 

3. Use o LinkedIn Sales Navigator 

Sales Navigator, é a ferramenta profissional de vendas sociais do LinkedIn que pode ajudá-lo a atingir os clientes em potencial certos com comunicações personalizadas e compreender melhor seu desempenho com análises aprofundadas. 

3 etapas para Social Selling no Twitter 

O Twitter é uma ótima rede para escuta social. Você pode criar listas do Twitter para monitorar o conteúdo de grupos específicos de pessoas. Aqui estão três listas principais do Twitter que você pode usar para iniciar o Social Selling na rede. 

1. Clientes existentes 

Use esta lista para acompanhar de perto seus clientes existentes e observar oportunidades de responder – ou gostar – de seus Tweets. Isso ajudará você a manter sua marca no radar. 

Não exagere, no entanto. Certifique-se de que suas interações com os clientes sejam significativas: apenas curta Tweets dos quais você realmente gosta e apenas comente quando tiver algo valioso a dizer. E certifique-se de permanecer relevante – seus clientes não precisam que sua marca interaja com atualizações pessoais. 

2. Perspectivas 

Conforme você identifica clientes em potencial, adicione-os a uma lista privada. Mas não se envolva com eles com o mesmo senso de familiaridade que você faz com os clientes existentes. Em vez disso, fique atento a pedidos de ajuda ou queixas sobre seus concorrentes. Dessa forma, você pode responder com um comentário útil. 

3. Concorrentes 

Adicionar concorrentes a uma lista privada permite mantê-los sob controle sem realmente segui-los. Isso pode ajudar a gerar ideias para seus próprios esforços de Social Selling. 

2 maneiras de começar Social Selling no Facebook 

Certifique-se de criar uma página no Facebook e , em seguida, use essas estratégias para iniciar a venda social. 

1. Envolva-se com outras empresas 

É fácil entrar em contato por meio de comentários de curtidas e compartilhamentos. Mas dê um passo adiante: se você criar um conteúdo bem pensado e valioso, é provável que seja compartilhado, aumentando o alcance de sua marca. Sua página do Facebook pode ser exposta a um público totalmente novo à medida que outras empresas compartilham e gostam de seu conteúdo. 

2. Envolva-se com os seguidores 

Sempre responda aos comentários de seus seguidores e menções à sua marca. Além disso, ao montar suas próprias postagens, inclua perguntas para iniciar conversas com seu público do Facebook – elas não precisam estar diretamente relacionadas ao seu produto ou serviço para serem eficazes! 

Você pode começar fazendo uma pergunta, seguindo com uma curiosidade relacionada ao seu produto ou serviço, antes de conectar com seu negócio. 

Essa estratégia permite que você interaja diretamente com os seguidores, cria rapport e ajuda você a construir sua imagem de especialista. 

3 maneiras de começar Social Selling no Instagram 

1. Stories 

Para Social Selling, os stories do Instagram podem ser usados de muitas maneiras diferentes para ajudá-lo a informar, comercializar e vender. Além disso você pode adicionar links para as pessoas acessarem facilmente e ser automaticamente levadas para uma página específica do site. 

O uso de enquetes dentro stories pode ser usados para fazer perguntas aos seus seguidores em relação ao seu produto ou às opiniões deles em relação à sua marca pessoal, empresa ou seu humor geral. Além disso, você pode postar conteúdo exclusivo dos bastidores para seu público ver. Isso é ótimo para engajamento e promoção da marca. 

2. Vídeos 

De acordo com a Instapage, “os anúncios com fotos estão lentamente se extinguindo no Instagram”. Além disso, a pesquisa afirma que 71% dos anunciantes pretendem gastar mais em anúncios sociais de vídeo (com 27% deles visando especificamente o Instagram). A própria plataforma, hoje em dia, está priorizando os criadores de conteúdos e vídeos, tanto para vídeos IGTV quanto para Reels. 

3. Envolva seu público 

A última etapa para ser um assistente de vendas sociais no Instagram é envolver seu público. Fácil, você diz? Você pode se surpreender com a quantidade de profissionais e empresas que não conseguem se envolver com seus seguidores. Engajar um seguidor exige dedicação: você não pode começar e parar e precisa de uma estratégia (como, quando, o quê?). Aqui estão algumas ideias para você começar: 

1. Ao criar uma postagem, envolva seus seguidores perguntando o que eles acham. 

2. Ao postar uma foto, peça a seus seguidores para marcar alguém. 

Melhores práticas de Social Selling 

Seja qual for a plataforma que você usar para atingir seu público exclusivo, certifique-se de adotar as melhores práticas de Social Selling. Aqui estão 4 para manter em mente. 

1. Estabeleça sua marca fornecendo valor 

Ao interagir com clientes em potencial e clientes por meio de redes sociais, é importante não ser muito vendedor. E se sua marca é nova em uma plataforma de mídia social, não mergulhe na venda social imediatamente. Antes de começar a falar sobre vendas, estabeleça sua posição como especialista em seu setor. 

Uma maneira de construir sua marca nas mídias sociais para vendas sociais é compartilhando conteúdo interessante, valioso e compartilhável. Para marcas B2B e influenciadores de negócios que usam o LinkedIn, isso pode significar compartilhar conteúdo escrito por outras pessoas que se alinham com a sua marca, ou pode significar escrever e compartilhar conteúdo interessante que outras pessoas acharão útil para estabelecer sua marca (ou marca pessoal) como um líder do setor. Por exemplo, eu compartilho com vocês conteúdos específicos de vendas e prospecção. 

Basicamente, você precisa mostrar aos seus clientes em potencial que você não está apenas procurando algo. Você também está lá para dar algo. 

2. Ouça estrategicamente e construa relacionamentos com as pessoas certas 

Venda social eficaz significa prestar atenção. Em outras palavras, certifique-se de estar ouvindo socialmente. 

Monitore o que as pessoas estão dizendo sobre você, sua empresa, seu setor e seus concorrentes. Fique atento aos pontos problemáticos e às solicitações, pois ambos oferecem oportunidades naturais para você fornecer soluções. 

Você também deve aproveitar sua rede existente sempre que possível. Antes de entrar em contato com qualquer um dos leads identificados, verifique as listas a seguir e de seguidores para ver se você tem alguma conexão mútua. Em caso afirmativo, peça uma apresentação ao seu contato compartilhado. 

3. Seja real 

Em vez de escrever uma nota e enviá-la a inúmeros compradores em potencial, reserve um tempo para personalizar suas mensagens de vendas sociais: 

– Reconheça seus contatos profissionais mútuos. 

– Consulte uma parte do conteúdo que você compartilhou ou reagiu. 

– Destaque um interesse comum ou algo que você tenha em comum. 

Em outras palavras, seja você mesmo. Estabeleça uma conexão iniciando uma conversa real e genuína! 

Claro, você poderia usar ferramentas automatizadas de curtir e comentar, mas elas não fazem nada para construir o relacionamento. Na verdade, eles podem causar sérios danos à sua marca pessoal e profissional. Quando se trata de vender, nada supera a interação com um ser humano real. 

4. Seja consistente 

Finalmente, não espere resultados imediatos. Se seus esforços de construção de relacionamento não produzirem resultados imediatos, não desista. Alguns contatos podem não estar prontos para comprar o que você está oferecendo ainda – mantenha contato. 

Faça acompanhamento, fale com os contatos com os quais você já se conectou, mas dos quais não tem notícias há algum tempo. Mantenha relacionamentos significativos oferecendo parabéns quando eles se mudarem para novos cargos ou empresas ou se envolverem com o conteúdo que eles compartilham nas redes sociais. Esteja pronto para oferecer conselhos ou ajuda, mesmo que isso não promova diretamente o seu produto. 

Concluindo: 

Vendas sempre foi uma questão de construir relacionamentos, estabelecer credibilidade e fornecer as soluções certas para os clientes certos no momento certo. O Social Selling também é assim! Simplesmente aproveite as mídias sociais para ajudá-lo a construir relacionamentos, expandir sua rede, agilizar a geração de leads e cumprir suas metas de vendas! 

Bora Bater Metaaa! 

Posts Recentes